7 Templos Imperdíveis de Bangkok

  • 6/07/2017
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Fala, viajante!

Dentre tantas opções de lugares e passeios a fazer na capital tailandesa, obrigatoriamente você terá que deixar um tempinho reservado para visitar os templos – mesmo que você não goste de templos ou não se simpatize com a religião budista.

Eu não entendo muito sobre budismo mas gosto muito de visitar e admirar seus templos. Mesmo na caótica Bangkok, eles são locais que transmitem paz e, algo raro: silêncio! Claro que vez ou outra um turista desavisado ou “sem noção” faz mais barulho do que deveria – mas isso vai da educação (ou da falta dela) de cada um.

Pesquisei sobre um número aproximado de templos existentes na capital tailandesa para citar aqui e o que encontrei foi de 400 a 31.200 – não ajudou muito, né? Pra gente, o que importa é que são muitas opções para conhecer melhor a cultura e a religião que segue a maioria dos tailandeses e vou indicar aqui os templos mais bacanas que conheci (com a exceção de um deles) e que você, se gosta de templos, também vai curtir!

1. Wat Phra Kaew (Templo do Buda de Esmeralda)

Vamos começar a lista de dentro do Grand Palace. Ele abriga um dos templos mais importantes de Bangkok e de toda a Tailândia, o Wat Phra Kaew que, por sua vez, guarda o pequenino e precioso Buda de Esmeralda, a estátua mais sagrada de Buda em todo o país – mas nem adianta querer fotografá-lo porque é proibido. O Buda veste uma capa sazonal, trocada apenas pelo próprio Rei três vezes ao ano (acompanhando o verão, inverno e estação chuvosa) – este importante ritual tem a finalidade de trazer sorte ao país a cada estação.

Entrada: THB 500 (gratuito para crianças de até 1,20 m de altura) – cuidado com as roupas curtas, homens devem usar calças compridas e camisetas com manga; mulheres devem ter os joelhos cobertos e usar blusas com manga (vão impedir sua entrada caso você esteja de regata com um pano por cima)

Horários de abertura: 8h30 – 15h30

2. Wat Pho (Templo do Buda Reclinado)

Recentemente anunciado pelo Tripadvisor como um dos 25 melhores locais turísticos para se conhecer no mundo, este templo é uma unanimidade entre os viajantes que se desdobram para procurar o melhor ângulo a fim de conseguir fotografar integralmente o Buda Reclinado, que possui 46 metros de comprimento. Prepare THB 20 para doar ao templo e receba seu potinho com 108 moedinhas que deverão ser depositadas uma a uma nos 108 potes enfileirados no templo – e não se preocupe, você vai encontrá-los facilmente pelo barulho característico das moedas caindo! O número 108 não é por acaso, nos pés do Buda podem ser vistos 108 símbolos auspiciosos (em madre-pérola) pelos quais ele pode ser reconhecido e no budismo também existem 108 pecados / desejos mundanos.

Quando estive lá, em 2010, havia um monge pelas proximidades (fora da área do templo) que se dedicava a benzer as pessoas – após o ritual ele amarrava uma pulseirinha colorida com algumas contas para trazer sorte e prosperidade.

Entrada: THB 100 (gratuito para crianças de até 1,20 m de altura)

Horários de abertura: 8h00 – 18h30

O mesmo endereço abriga a Wat Po Thai Traditional Medical School, onde é possível receber a tradicionalíssima massagem tailandesa da forma correta. O horário de funcionamento é das 8h00 às 17h00 e o preço é THB 260 por meia hora ou THB 420 por uma hora de massagem.

 

Veja aqui as melhores ofertas de hospedagem em Bangkok!

3. Wat Intharawihan (ou Wat In, Templo do Buda em pé)

Esse templo tem um significado especial pra mim, simplesmente porque foi o primeiro templo budista que visitei em Bangkok (lá atrás, em 2010). Eu fico fascinado com imagens grandes e imponentes como a deste Buda. Ele possui 32 metros de altura por 10 de largura e sua construção durou 60 longos anos (1867-1927) para ser finalizada. O curioso é que vejo pouca gente falando dele.

Entrada: gratuita

Horários de abertura: 6h00 – 18h00 (fechado às segundas)

4. Wat Benchamabophit (ou Wat Bencha, Templo de Mármore)

Ostentado no verso das moedas de 5 Baht, esse lindo templo (datado de 1900) possui suas paredes revestidas com mármore italiano. Chegue bem cedo para presenciar os locais fazendo suas oferendas aos monges.

Entrada: THB 20

Horários de abertura: 6h00 – 18h00

5. Wat Arun (Templo do Amanhecer)

Um dos mais famosos templos budistas de Bangkok ainda está pra ser riscado da minha lista. Isso mesmo, eu ainda não o visitei, mas é uma ótima desculpa para voltar pra lá, não acha? Rsrs…

O Templo do Amanhecer possui arquitetura khmer, por isso suas linhas se assemelham às formas do famoso templo cambojano Angkor Wat. Ele fica do lado oposto do rio em relação ao Wat Pho – dá pra pegar um barco no píer de Tha Tien. Alongue-se antes de subir os íngremes degraus para ter uma estonteante vista da cidade. Um passarinho me contou que o templo fica ainda mais bonito ao pôr do Sol.

Entrada: THB 100

Horários de abertura: 8h30 – 17h30

Foto: Bangkok.com

 

Vai pra Tailândia? Não esqueça de fazer seu seguro viagem

6. Wat Saket (Templo do Monte Dourado)

Reluzindo no alto de uma pequena colina em Bangkok, este templo é um local de peregrinação. Em sua base, existe um cemitério vertical, quase encoberto pela vegetação. Trezentos degraus formam o caminho de uma sinuosa subida até o topo do Monte Dourado – que lembra um sino gigantesco. Em uma pequena sala de orações, os fiéis se aglomeram e fazem suas oferendas. As vistas que se têm da cidade são das mais belas, mas a história do templo não traz boas recordações – no final do século 18 o local serviu como crematório e ali foram despejadas cerca de 60 mil vítimas da peste.

Entrada: THB 10

Horários de abertura: 9h00 – 17h00

7. Wat Trai Mit (Templo do Buda de Ouro)

Localizado em Chinatown, esse templo hospeda um peso-pesado (com todo respeito): um Buda de inacreditáveis 5,5 toneladas, que mede cerca de 5 metros de altura. Mas o fato mais intrigante, na minha opinião, é a forma como essa preciosidade foi descoberta. O Buda, aparentemente construído de um material qualquer (porém, um tanto pesado demais), estava sendo transportado quando sofreu um acidente e caiu. Um pedaço de gesso que o envolvia se quebrou e revelou o que se pode ver hoje no templo: um Buda inteiro feito de ouro maciço.

Aliás, esse templo eu também não visitei… Já tenho dois ótimos motivos pra voltar! 🙂

Entrada: THB 20

Horários de abertura: 8h00 – 17h00

Foto: TourismThailand.org

                   Foto: TourismThailand.org

Localização dos templos

E aí, viajante, se ficou com alguma dúvida ou quiser colaborar com sugestões é só utilizar o campo de comentários ao final do post!!

 

Posts relacionados
Bangkok: o melhor da efervescente capital tailandesa
Restaurantes e compras em Bangkok
Passeios em Bangkok: Mercado Flutuante e Mercado do Trem
Onde ficar em Bangkok? Conheça os hotéis Khaosan Palace, Rambuttri Village e Ibis Styles
Khao San Road: o que esperar da rua mais amada (ou odiada) de Bangkok?
7 Templos Imperdíveis de Bangkok
Roteiro Tailândia 2017 – Bangkok, Chiang Mai, Phi Phi e Railay Beach


Apoio

intermacmysimtravel


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Prefere uma ajuda profissional para sua viagem? Entre em contato com a Reisen Turismo

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


2 respostas para “7 Templos Imperdíveis de Bangkok”

  1. […] Village e Ibis Styles Khao San Road: o que esperar da rua mais amada (ou odiada) de Bangkok? 7 Templos Imperdíveis de Bangkok Roteiro Tailândia 2017 – Bangkok, Chiang Mai, Phi Phi e Railay […]

  2. […] Leia mais sobre os templos no post 7 Templos Imperdíveis de Bangkok […]

Deixe uma resposta

Inline
Inline