Hotel Riu Palace Península – Cancún

  • 20/12/2016
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Não importa o quão requintados e sofisticados sejam os próximos hotéis que você se hospedar. A verdade é que a vista dessa sacada ficará pra sempre em sua memória.

DSC_0252 (1280x851)

A opinião dos viajantes é bem dividida: vale ou não vale a pena hospedar-se em um hotel all-inclusive em Cancún? Ok, até entendo que a oferta de passeios pela região seja tão grande que, talvez, você fique na dúvida se vale mesmo a pena pagar mais caro pra não aproveitar o hotel. Mas, vendo por outro lado, quanto se gastaria para almoçar e jantar todos os dias (com qualidade)? Além do mais, a facilidade de parcelar o pagamento do hotel em reais é outro ponto a favor desse sistema. A propósito, eu gosto do sistema all-inclusive em algumas ocasiões e, em Cancún, se você procura um hotel bonitão, pé-na-areia, sem ter medo da conta no check-out, terá que se render! Para saber mais sobre esse assunto, leia o post: Café da manhã, meia-pensão, pensão completa ou all-inclusive? Como escolher seu hotel pelo regime de alimentação?

Agora vamos falar do Riu Palace Península! Durante o planejamento da viagem, me encantei pelas fotos das áreas comuns e dos quartos, mas confesso que havia aquela desconfiança… Afinal, quem nunca se apaixonou pelas fotos do hotel na internet e depois se decepcionou? Pois é, mas nesse caso ocorreu exatamente o contrário. Percebi que as fotos não conseguiam traduzir a grandeza e a beleza deste hotel.

DSC_0968 (1280x851)

DSC_0778 (1280x851)

DSC_0787 (1280x851)

Logo na chegada fiquei impressionado com o tamanho do lobby. Gostei das cores, do pé direito alto, da iluminação e da decoração. Alguns podem até achá-lo meio exagerado, mas eu fiquei bem feliz com o que vi e, claro, por estar lá.

DSC_0995 (1280x851)

DSC_0996 (1280x851)

DSC_0965 (1280x851)

DSC_0837 (1280x851)

Mas para um hotel ser bom, não basta ser bonito. É aí que entra o maior patrimônio da indústria de serviços: os recursos humanos. O bom e prestativo atendimento ganhou minha admiração no check-in – e depois se consolidou ao longo dos dias. Sempre com um sorriso no rosto e prontos para ajudar, os funcionários pareciam realmente felizes por estarem ali (ou, no mínimo, foram muito bem treinados).

Peguei o elevador e cheguei ao meu quarto. Mais uma vez uma ótima surpresa: ele era maior e mais bonito que nas fotos! De diferente, destaco a banheira ao lado da cama e o dispenser de bebidas alcoólicas: tequila, vodka, rum e brandy – que também entram no sistema all-inclusive, assim como todos os itens do mini-bar.


DSC_0731 (1280x851)

DSC_0738 (1280x851)

DSC_0729 (1280x851)

DSC_0740 (1280x851)

Vou até a janela e abro as cortinas: uauuuu!!! E isso foi tudo que consegui falar. O mar de Cancún visto dessa altura (12º andar, se não me engano) fica ainda mais lindo, as várias piscinas rodeadas por coqueiros, o gramado verdinho e até uma reprodução de ruínas maias (meio kitsch, né? rsrs) se harmonizam formando uma paisagem magnetizante.

DSC_0942 (1280x851)

DSC_0253 (1280x851)

DSC_0944 (1280x851)
Pela forma que estou escrevendo essa avaliação, acredito que tenha ficado clara a minha paixão por esse hotel mas, e o all-inclusive, valeu a pena? Simmmm!! Imagine chegar pra tomar o café da manhã e se deparar com salmão defumado, caviar (mesmo que você não goste) e uma espumante geladíssima. E as demais refeições são disso pra melhor, incluindo muito camarão e sushi. Além do restaurante principal que serve um buffet mega variado, existem os restaurantes temáticos: steakhouse, fusion, japonês, italiano, mexicano e diversos bares espalhados pelo hotel (e tudo isso está incluído).

DSC_0797 (1280x851)

DSC_0801 (1280x851)

Pra completar, passei meu aniversário por lá. O maitre e os garçons trataram de trazer um prato todo decorado e cantar os parabéns… E não faltaram as doses de tequila, nem espumante!!

DSC_0240 (1280x851)

DSC_0242 (1280x851)

E para podermos dividir cada momento desse com nossos amigos, a rede wi-fi está disponibilizada gratuitamente em todas as áreas do hotel – até mesmo na praia.

E por falar da praia, quando estive lá me incomodei um pouco com a presença de pedras no fundo. Pouco tempo depois descobri que essas pedras foram retiradas e, inclusive, foi construído um molhe para transformar a praia do hotel em uma verdadeira piscina natural. Bom, né?

DSC_0919 (1280x851)

DSC_0773 (1280x864)

DSC_0786 (1280x851)

Pra finalizar, posso dizer que sou fã da rede Riu. Já me hospedei em vários hoteis da rede, em vários países diferentes. Eles oferecem o que chamo de all-inclusive sem mixaria, com comidas e bebidas de qualidade – isso é o mais importante.

Para obter maiores informações sobre o Riu Palace Peninsula, visite o site oficial.

Se você também já se hospedou nesse hotel (ou em qualquer outro hotel de Cancún), deixe um comentário com as suas impressões. Assim você também ajuda outros viajantes a escolherem uma boa opção para se hospedar!

SAIBA MAIS SOBRE CANCÚN
Quando ir a Cancún?
Onde ficar em Cancún?


Veja a galeria do Riu Palace Península


Reserve sua hospedagem pelo Booking.com clicando aqui!!
Assim você ajuda a mantermos o blog, sem pagar nada a mais por isso 


Evite filas!!
Compre antecipadamente seus ingressos e passeios para Cancún







Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


3 respostas para “Hotel Riu Palace Península – Cancún”

  1. […] MAIS SOBRE CANCÚN Hotel Riu Palace Península – Cancún Onde ficar em […]

  2. Clarissa disse:

    Olá, Guilherme.
    ADOREI esse post sobre o Riu Peninsula. Esse é o hotel que estamos querendo ficar e esse post esclareceu muitas das nossas dúvidas.
    Agora a nossa ÚNICA dúvida remanescente para fechar nesse hotel é com relação à praia. Vi várias fotos que mostram muitas pedras na praia. Nas foto, que vi, há tanta pedra que parece que mal dá pra andar. É impressão minha?
    Vamos com duas crianças pequenas e nao gostaria de me preocupar com isso.
    Porém, vi que você escreveu que as pedras foram retiradas. Você sabe dizer quais pedras não estão mais lá? Será que a praia ficou mais livre? Ou ainda assim as pedras podem ser um motivo de stress pra quem tem criança?
    Obrigada pela atenção.

    • Oi, Clarissa!!
      Obrigado pelo seu comentário, acredito que a resposta servirá para várias outras pessoas que tenham a mesma dúvida. 🙂
      É o seguinte, dê uma olhada na primeira foto desse post. Ao norte das piscinas fica a praia “boa”, sem ondas e sem pedras. É uma área pequena, mas muito agradável. Já do lado direito das piscinas fica uma grande área rochosa e ali é impossível deixar as crianças.
      Espero tê-la orientado conforme suas expectativas, caso ainda tenha alguma dúvida, é só me escrever! 🙂

Deixe uma resposta

Inline
Inline