Onde comer bem em Itacaré?

  • 17/10/2016
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Itacaré me surpreendeu muito positivamente em relação a sua gastronomia. Eu, sinceramente, não esperava encontrar tantas opções de alto nível em uma cidadezinha com cerca de 30 mil habitantes. Aliás, me arrisco a dizer que, dentre as cidades que já visitei, Itacaré é a que possui as melhores opções de restaurantes por metro quadrado! Sim, viajante, eu realmente me apaixonei pelos diferentes sabores que experimentei nos restaurantes em Itacaré.

Em virtude dessa oferta magnífica de estabelecimentos que enchem nossos olhos e, consequentemente, nossas barrigas, escrevo esse post para mostrar e recomendar a vocês algumas das melhores opções da cidade.

Restaurantes em Itacaré

Marley’s

DSC_0110 (1280x851)
Visitei o Marley’s em uma segunda-feira, começando a semana forte, com um forró animado – e segunda é o dia em que grande parte dos restaurantes fecham em Itacaré. Kevin, o proprietário, é belga, vive há alguns anos na cidade e fala muito bem o nosso idioma. Pedi a ele algumas sugestões e, enquanto os pratos eram preparados, fui até o bar pra ver como eram feitas as bebidas. Conheci o Besouro, o barman que preparava com destreza alguns drinks exóticos, como o Brooklyn Boogie (pepino, gin, cointreau, suco de laranja e hortelã) e a refrescante caipirinha de maracujá com gengibre.

DSC_0133 (1280x851)

Quando os pratos chegaram, dava pra comer com os olhos. Primeiro, para abrir o apetite uma porção de batatas fritas belgas, deliciosas e crocantes. Depois, uma linda taça de ceviche, com pimenta na medida certa e torradinhas pra acompanhar. Também experimentei a pontinha de um sanduíche especial que ainda não estava no cardápio, o Rinoceronte, o maior da cidade (serve duas pessoas) – e ainda vem acompanhado por fritas.

::Quanto custa?::
Brooklyn Boogie [R$ 25]
Caipirinha Maracujá/Gengibre [R$ 12]
Batatas Belgas [R$ 16]
Ceviche de peixe [R$ 29]
Rinoceronte [R$ 49]

::Conheça o Marley’s::
Página do Marley’s no Facebook
Endereço: Avenida Castro Alves, 284
Abre a partir das 17h. Fechado às quartas.


Tio Gu Café Creperia

DSC_0004 (1280x851)

Eu estava ansioso para conhecer o Tio Gu pois já tinha boas recomendações de amigos sobre o local. O cardápio é de fazer saltar os olhos e é difícil escolher entre tantas opções de dar água na boca. Combinando com a decoração, os crepes levam nomes de praias brasileiras. Pedi uma mãozinha para o José Roberto, proprietário, que me deu algumas sugestões e acabei optando pelo crepe Regência (camarão, creme de gorgonzola e brócolis).

DSC_0014 (1280x851)

Quando o meu crepe chegou, uma surpresa: estavam desenhados no prato a logomarca e o nome do blog! Os desenhos no prato são marca registrada do Tio Gu que preza pela personalização do pedido de cada cliente. Depois de saborear o crepe salgado, pedi a sobremesa: o crepe Praia dos Amores (chocolate ao leite, morango e sorvete de creme), que também veio decorado e o sabor eu sinto até hoje!

::Quanto custa?::
Crepe Regência [R$ 29,80 pequeno / 35,00 grande]
Crepe Praia dos Amores [R$ 22,80 pequeno / 26,80 grande]

::Conheça o Tio Gu Café Creperia::
Página do Tio Gu no Facebook
Endereço: Rua Pedro Longo (Pituba), 488
Abre das 17h-23h. Fechado às terças.


Mar e Mel

05 (1280x720)

Era sábado e o forró estava bombando no Mar e Mel. O restaurante é muito bem frequentado e os anfitriões, Marcelo e seus pais, são experts na arte de bem-receber seus clientes. Escolhemos uma mesa em um dos três ambientes e curtimos um pouquinho do embalo do forró.

DSC_0094 (1280x851)

Quando a fome bateu, nos acomodamos e pedimos o prato tradicional da casa: Camarão Mar e Mel (camarões rosa ao molho branco e queijo gratinado, acompanhado por arroz branco, batata palha e brócolis). Se quiser dar um toque a mais no prato, peça para experimentar o molho de pimenta deles – mas vá com calma, pois é muito forte. O prato serve duas pessoas e o sabor é maravilhoso.

::Quanto custa?::
Camarão Mar e Mel [R$ 89,00]

::Conheça o Mar e Mel::
Site do Mar e Mel
Página do Mar e Mel no Facebook
Endereço: Rua D, Praia da Concha
Aberto a partir das 17h. Fechado aos domingos. No verão abre também para o almoço.
Shows de forró às terças, quintas, sábados e feriados a partir das 21h.


Flor de Sal

02 (1280x720)

Em um domingo tranquilo visitamos o Flor de Sal e fomos surpreendidos, logo de cara, com o atendimento super especial do André. Em seguida, conhecemos a Roberta, dona do restaurante, que nos ajudou na escolha dos pratos. Enquanto isso, o chef Guilherme (marido e sócio da Roberta) se concentrava em preparar suas obras-primas gastronômicas.

DSC_0193 (1280x851)

Meu pedido foi Risoto de Cogumelos com Medalhão (arroz arbóreo, shimeji, shitake, funghi seco, medalhão de filé mignon e molho de vinho tinto). A carne é servida no prato, acompanhada de legumes (cenoura e brócolis), enquanto o risoto vem elegantemente servido em uma panelinha à parte. Também aproveitei para roubar um pedacinho do prato ao lado: Picanha Grelhada (arroz piemontês e batata rústica). Após degustar o prato principal, um Petit Gateau tratou de adoçar ainda mais a nossa noite!

::Quanto custa?::
Risoto de Cogumelos com Medalhão [R$ 47,00/prato individual]
Picanha Grelhada [R$ 45/prato individual]

::Conheça o Flor de Sal::
Página do Flor de Sal no Facebook
Endereço: Rua Lodonio Almeida, 60 (Passarela da Vila)
Aberto das 19h-23h. Fechado às segundas.


Jiló

02 (1280x720)

Uma ótima opção de almoço na cidade, o Jiló tem uma proposta diferenciada e com vista para a orla da Praia da Coroinha. Ícaro e Elen são os proprietários e fazem questão de proporcionar as melhores experiências aos seus clientes – ele na cozinha e ela no atendimento.

DSC_0096 (1280x851)

Demos o start no almoço com porções de Chips de aipim com manteiga de garrafa (nunca comi nada parecido!) e Fritas rústicas. Para o prato principal, foram sugeridos Camarões salteados com pimentões e bacon – e também experimentei um pouquinho do Peixe na brasa com creme de couve flor e couve na manteiga. Para encerrar: Sundae com calda quente de brigadeiro – e pé-de-moleque em pedacinhos. Experiência alucinante!

::Quanto custa?::
Chips de aipim com manteiga de garrafa [R$ 15,00]
Fritas rústicas [R$ 15,00]
Camarões salteados com pimentões e bacon [R$ 30,00] (esse prato é sugestão, mas não tem no cardápio)
Peixe na brasa com creme de couve-flor e couve na manteiga [R$ 27,00] (também é sugestão)
Sundae com calda quente de brigadeiro [R$ 15,00]

::Conheça o Jiló::
Página do Jiló no Facebook
Endereço: Avenida Castro Alves, 25
Aberto para o almoço das 12h-15h30; e para o jantar sex/sáb das 18h-22h e dom 17h-22h. Fechado às segundas e terças.

Essas são as minhas dicas e agora é a sua vez, viajante! Divida com a gente as suas aventuras gastronômicas ou tire suas dúvidas sobres os restaurantes em Itacaré nos comentário ao final desse post.

Posts relacionados

Onde comer bem em Itacaré?
Onde ficar em Itacaré?
O que fazer em Itacaré?
As praias de Itacaré
Quantos dias ficar em Itacaré?
Os melhores passeios de Itacaré


O Viajante Inveterado esteve a convite nos restaurantes mencionados


Reserve sua hospedagem em Itacaré com nossos parceiros!!

ABARE 300x300

BAMBU 300x300 ed


Veja todas as ofertas de hospedagem em Itacaré pelo Booking.com clicando aqui!!


Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Prefere uma ajuda profissional para sua viagem? Entre em contato com a Reisen Turismo

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


12 respostas para “Onde comer bem em Itacaré?”

  1. Olá gostei das dicas! Vou continuar te seguindo!

  2. itamarjapa disse:

    Que dica maravilhosa! Deu até água na boca!

  3. deborapsantiago disse:

    Adorei as dicas de restaurante. Confesso que também não imaginava que uma cidade tão pequena, poderia contar com essas ótimas opções recomendadas. Meu noivo que vai amar, ele só faz turismo gastronômico. kkkkkk

  4. Huuuum. Ótimas dicas! Confesso que até deu fome agora e vontade de conhecer todos os restaurantes da lista haha

  5. Thais disse:

    Oieee

    Adorei as dicas. Super anotadas.

    abraços
    Thais

  6. Se tem uma coisa que a gente gosta muito nas viagens, é de comer!!
    Adorei as dicas. Já salvei o link para consulta posterior 🙂

  7. Fala Guilherme, numa viagem que fizemos a Bahia, em 2015 para 2016, demos uma passada relâmpago em Itacaré quando estávamos indo para Ilhéus, e lanchamos essas chips de aipim no Jiló… conversamos com os donos, uma gaúcha e um carioca, que haviam acabado de abrir o restaurante. Realmente são belas dicas nesta bela cidade, que pretendemos explorar com mais propriedade! Abraço!

  8. Adorei as opções de restaurantes em Itacaré!!! Deu até água na boca vendo esses pratos maravilhosos.

  9. klecia disse:

    Adorei as dicas e usarei com certeza numa passagem por Itacaré. E que gracinha a personalização do seu crepe com o nome do blog <3

  10. Um dos prazeres que fazem uma boa viagem pra mim pe comer bem. Adorei saber que tem todas essas opções em itacaré!
    De dar água na boca!

  11. Mapa na Mão disse:

    Ah, que lindo o prato com o crepe e a logo do blog! E as batatas belgas, hum, de dar água na boca mesmo. Adorei o post e o restaurante.

Deixe uma resposta

Inline
Inline