Elefantes em Chiang Mai (Elephant Sanctuary)

  • 2/08/2017
  • 0 comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Por que visitar um santuário de elefantes em Chiang Mai?

Nosso segundo dia em Chiang Mai foi mais que especial. Há tempos eu queria conhecer a cidade e agendar um passeio desses para poder interagir com os grandalhões da floresta. E não era seria um simples passeio. Visitar um santuário de elefantes em Chiang Mai tinha vários significados e motivos pessoais para mim.

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Quando estive na Tailândia pela primeira vez, lá em 2010, cheguei louco de vontade de andar de elefantes, pois tinha visto algumas fotos e queria viver essa experiência. Com o passar do tempo, tomei conhecimento dos casos de maus tratos que aqueles elefantes sofriam, inclusive a cadeirinha que é acoplada sobre suas costas pode feri-los. Desde então, eu me sentia na obrigação de voltar lá e corrigir meu erro do passado. Seria uma forma de me desculpar.

Saiba O que você NÃO deve fazer na Tailândia

Além disso, eu também queria muito que minha filha, Lavínia, de 3 anos e meio, pudesse conhecer os elefantes e ter contato com eles em um habitat mais natural que um zoológico. Chiang Mai era o lugar certo para unir esses motivos e realizar esse passeio.

Como escolher o santuário?

Pesquisei pela internet alguns santuários da região. Há vários deles e o ideal é certificar-se antes sobre quais propõem experiências realmente naturais – que não sejam espetáculos circenses. Por coincidência, quando visitávamos um dos templos da cidade, conhecemos uma voluntária muito prestativa que nos falou bastante sobre a cultura tailandesa e, quando entramos no assunto dos elefantes, nos indicou o Chiang Mai Elephant Sanctuary.

Sabendo disso, fui atrás das agências para checar os valores e descobri que esse santuário possui um ótimo custo x benefício. Optamos pela experiência de meio dia que custou THB 1.500 por adulto (a Lavínia foi free). Eles também oferecem passeios de um, dois e três dias.

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Nossa experiência com os elefantes em Chiang Mai

O passeio de meio dia pode ser feito em dois horários: bem cedo, com saída do hotel entre 7h-7h30 e almoço ao fim do passeio; ou com saída entre 11h30-12h e almoço antes de chegar ao santuário. Nós ficamos com a segunda opção, pois já tínhamos programação para o período da manhã.

O veículo utilizado era uma caminhonete com bancos na carroceria – é o veículo padrão para passeios pela região! E lá fomos nós, rumo à área rural da região. Levamos uns quarenta minutos para chegarmos até o restaurante. O almoço tinha arroz, legumes, verduras, omelete e frango com batatas. Tudo bem simples, mas muito gostoso.

Após o almoço, seguimos por mais uns vinte minutos para chegarmos até o ponto final da estrada, onde desembarcamos. Dali em diante continuamos a pé, levando sacos de cana-de-açúcar e banana para os elefantes. O caminho era bastante irregular e eu tive que pegar a Lavínia no colo – para irmos mais rápido e para que ela não corresse o risco de se machucar. E aí chegou o momento de atravessar o rio, sobre finos troncos de árvore e com a Lala no colo. Mas foi tudo tranquilo!

Chegamos até a base, vestimos as camisetas azuis e logo chegaram os quatro elefantes. Eles ficavam atrás de uma cerquinha para que pudéssemos alimentá-los – se não fosse a cerquinha, eles atacariam as cestas de cana e banana! É impressionante eles comem mais que eu a quantidade de alimento que eles ingerem. A Lala não se intimidou e também participou. Foram momentos lindos que ficarão para sempre em nossas memórias e corações!

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Após o almoço dos elefantes saímos para uma caminhada. Enquanto eles saboreavam a sobremesa (mato da floresta) a gente ficava só admirando – e tirando milhões de fotos!

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Era chegada a tão esperada hora do banho. Entramos todos em uma parte rasinha do rio e, como se pode imaginar, foi a maior bagunça!

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Depois de um dia delicioso, nos despedimos dos elefantes e seguimos por outra trilha que passava por uma cachoeira – mas ninguém quis cair na água. Andamos mais um pouco até encontrarmos a caminhonete e retornamos para Chiang Mai – chegamos no hotel por volta das 19h30 e só deu tempo de tomar um banho rápido e correr para o Saturday Night Market!

Saiba mais sobre os Mercados de Chiang Mai

Passeio ao santuário com crianças

Conforme relatei nesse post, tive que levar a Lala no colo em vários trechos. Nossa experiência foi fantástica, todos nós adoramos mas fica a ressalva pra quem vai com crianças: as trilhas são bastante irregulares e, caso seu filho seja pequeno, esteja preparado para levá-lo no colo. Se você está decidindo qual santuário visitar, considere entrar em contato e perguntar sobre essa questão, pois nem as agências locais costumam informar.

Também devo salientar o carinho e cuidado que o staff teve com a Lala. O pessoal foi muito atencioso e, inclusive, um dos quatro elefantes era um filhotinho, para que ela pudesse interagir melhor.

↓ Salve esse Pin e siga também nosso Pinterest

elefantes em chiang mai elephant sanctuary

Agora é a sua vez de escrever, viajante! Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão a fazer? Utilize os comentários ao final desse post! 😉

Leia mais sobre Chiang Mai
Chiang_Mai: roteiro de três dias no norte da Tailândia
White Temple, mulheres girafas: passeio em Chiang Rai
Como são as cias aéreas low cost na Tailândia
Elefantes em Chiang_Mai (Elephant Sanctuary)
Hotel em Chiang_Mai: De Chai The Colonial

Leia também
Bangkok: o melhor da efervescente capital tailandesa


Apoio

intermacmysimtravel


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Prefere uma ajuda profissional para sua viagem? Entre em contato com a Reisen Turismo

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


Deixe uma resposta

Inline
Inline