Mochilão América do Sul II – Introdução

  • 17/05/2016
  • 1 comentário
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Olá, viajantes!!

Pois bem, como vocês já sabem, cheguei recentemente de um mochilão de três semanas pelo norte do Peru, Equador e Colômbia. Durante a viagem não foi possível escrever, publicar e inserir as fotos com qualidade, então decidi fazer tudo com calma e hoje está indo ao ar este primeiro post sobre a viagem pra vocês curtirem, se inspirarem e se programarem!!

Então chega de lero lero e vamos ao que interessa!!

No post Mochilão pela América do Sul II – Apresentação e planejamento, que foi o anúncio dessa aventura (dá uma olhadinha lá pra refrescar a memória), abordei algumas questões gerais sobre o planejamento da viagem. Agora vamos retomar esses itens com os números e as informações reais.

CAMIONETE

Moeda e custo da viagem

Acertamos em cheio! Realmente a escolha de viajar pela América do Sul nos fez economizar bastante:

  • o custo dos albergues foi baixo, geralmente entre US$7-10;
  • o transporte rodoviário também apresentou um custo baixo – e ainda aproveitamos as longas distâncias em ônibus noturnos, assim economizamos em hospedagem;
  • a alimentação foi outro item de baixo custo, e as porções eram enormes – quase sempre pedíamos dois pratos para dividirmos entre nós três (e, às vezes, ainda sobrava!)

Portanto, foi possível realizar essa viagem de três semanas, de Lima a Bogotá, com menos de US$ 1.000,00.

Passagens aéreas

Repetindo, compramos as passagens com milhas, o que representou uma grande economia também:

  • Guarulhos/Lima: 14.000 milhas
  • Bogotá/Guarulhos: 12.000 milhas*

*O trecho Bogotá/Guarulhos estava 14 ou 15 mil milhas, mas Bogotá/Brasília estava por 12 mil. Comprei até Brasília e no momento do check-in avisei a atendente que voaria apenas até Guarulhos. Minha mala foi etiquetada até GRU (de qualquer forma as malas têm que ser retiradas para passar pela alfândega e depois despachar novamente para o destino final). Enfim, no momento da pesquisa, vale a pena inserir outro destino pra ver se os preços ou as milhas baixam.

Atrações e lugares

Belas e inusitadas atrações não faltaram em nossa viagem. Visitamos desde as grandes capitais cosmopolitas aos pequenos vilarejos indígenas, subimos montanhas, navegamos pela cratera de um vulcão, descobrimos civilizações antigas em sítios arqueológicos, sensibilizamo-nos com as vítimas do terremoto, aprendemos a dançar Salsa, conhecemos gente, atravessamos a metade do mundo, participamos de um ritual xamã, assistimos à fabricação de artesanatos, visitamos igrejas incríveis, acampamos na praia, relaxamos no mar do Caribe, mergulhamos em um naufrágio, visitamos museus, adentramos em uma mina de sal, admiramos obras de arte, ouvimos histórias, vivemos… E aprendemos. Aprendemos muito!

Inca Kola….

Sim, tomei muuuuuita Inca Kola!! Sou, definitivamente, apaixonado por esse refrigerante! E aproveitei essa viagem para tomar alguns litros desse líquido amarelo quase fluorescente… Rsrs… E ainda trouxe duas garrafinhas na mochila!!

Quem me acompanhou nessa viagem?

Quanto aos meus amigos, nada mudou muito desde o breve perfil que fiz sobre eles no outro post.

O Marcelo continua viajando de mala (dessa vez com uma supercapa estampada com as calçadas de Copacabana!!). Ele continua ligado no 220V e amando as ruínas!

O Carioca continua com as músicas do Red Hot Chili Peppers em sua playlist, mas parou de reclamar tanto. O cara que não gostava de subir morros surpreendeu, subiu uma montanha e nos deixou pra trás! E até curtiu algumas ruínas.

O que os dois tem em comum agora? Continuam adorando comprar suvenires e estão invencíveis na arte de colecionar. Colecionar o quê? Tudo! Até pedras… É sério – e preocupante!

SUVENIRES

Roteiro resumido (e não era mesmo definitivo)

Como previsto, conseguimos dar um ritmo mais forte – principalmente no início da viagem – e adiantamos o roteiro. Acabamos excluindo Medellín e ficamos mais tempo em Cartagena.

Ah sim, os deslocamentos feitos em ônibus noturnos facilitaram muito nossas vidas!

Nosso roteiro ficou assim:

Dia 01: Embarque em São Paulo às 7h40 / Chegada em Lima às 10h55. Hospedagem na casa de um amigo do Marcelo. Como já conhecemos Lima no ano passado, vamos rodar pela cidade sem muito compromisso de conhecer as atrações.

Dia 02: Lima / Huaraz: Pegamos um ônibus pela manhã.

Dia 03: Huaraz: trekking a Laguna 69 / ônibus noturno a Trujillo

Dia 04: Trujillo: exploração da cidade e sítios arqueológicos / ônibus noturno para Tumbes

Dia 05: Tumbes / Cuenca: exploração da cidade

Dia 06: Cuenca: exploração da cidade / ônibus noturno para Quito

Dia 07: Quito: exploração da cidade

Dia 08: Quito / Otavalo: ônibus à tarde

Dia 09: Otavalo: exploração da região

Dia 10: Otavalo: exploração da região / ônibus para Tulcán / táxi até Ipiales

Dia 11: Ipiales: exploração do Santuário Las Lajas / ônibus para Cali

Dia 12: Cali: exploração da cidade

Dia 13: Cali / Cartagena: de avião

Dia 14: Cartagena: exploração da cidade

Dia 15: Cartagena: exploração da cidade

Dia 16: Cartagena / Santa Marta: exploração da cidade

Dia 17: Santa Marta / Parque Tayrona: acampamento no Parque

Dia 18: Parque Tayrona: exploração do Parque / ônibus de volta para Santa Marta

Dia 19: Santa Marta: exploração de Rodadero e Playa Blanca

Dia 20: Santa Marta: mergulho / ônibus noturno para Bogotá

Dia 21: Bogotá: exploração da cidade

Dia 22: Bogotá: exploração da cidade

Dia 23: Bogotá: exploração da cidade / embarque em Bogotá às 21h20 / Chegada em São Paulo às 5h40 (do próximo dia)

Por hoje é só!!

No próximo post vou contar tudo o que fizemos no primeiro dia de viagem, acompanhem!!

Veja também nossas redes sociais
Snapchat: viajanteinveter
Instagram e Facebook: /viajanteinveterado

Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


Uma resposta para “Mochilão América do Sul II – Introdução”

  1. […] O último post foi uma breve introdução à essa viagem, onde confrontei o planejamento com a execução. Se você ainda não o leu, clique aqui. […]

Deixe uma resposta

Inline
Inline