Olimpíadas Rio 2016: EU FUI!

  • 20/08/2016
  • 0 comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Estar no maior evento esportivo do planeta é algo que sempre esteve presente na minha lista de objetivos (e sonhos). Difícil seria coincidir data, local e ainda arrumar dinheiro para assistir às Olimpíadas em algum lugar do mundo.

Mas esse sonho ficou mais próximo quando o Rio faturou, em 2009, a oportunidade de ser sede das Olimpíadas de 2016. Naquela época eu já podia me imaginar assistindo aos jogos.

DSC_0037 (1280x851)

Antes disso, em 2014, a Copa do Mundo veio ao Brasil, e com muita sorte consegui ingressos, logo no primeiro sorteio, para a abertura (Brasil x Croácia, no Itaquerão) e para a final (Alemanha x Argentina, no Maracanã). E eu percebi que seria possível estar nas Olimpíadas também, uma vez que a data e local estavam jogando a meu favor e que haveria muitos ingressos disponíveis a preços razoáveis.

Mas os sorteios para os jogos do Rio começaram e eu não tive o mesmo sucesso. Ficaria eu de fora da, talvez, única oportunidade de presenciar as Olimpíadas? Tudo indicava que sim. Enquanto isso, nas redes sociais, acompanhava alguns amigos sortudos postando suas fotos com a #Rio2016. Que vontade de estar lá!

E quando tudo parecia estar perdido (e eu já conformado em adiar ou esquecer o sonho olímpico), eis que surge a luz no fim do túnel. A Assistcard, empresa de seguro e assistência de viagem, realizou uma ação rápida e, em cima da hora, fomos premiados (Micca e eu) com ingressos para assistirmos ao jogo da semifinal do futebol masculino: Brasil x Honduras, em pleno Maracanã – o palco maior do futebol mundial!

DSC_0010 (1280x851)

Em pouco mais de duas horas após o comunicado, já estávamos na estrada, vivendo a nossa própria maratona olímpica desde o interior de São Paulo até o Rio de Janeiro!

Na Cidade Maravilhosa compramos o Rio Card para um dia de utilização (por R$ 25), um cartão ilimitado para todos os transportes públicos da cidade. Foi fácil utilizar o ônibus para chegar até o ponto de encontro, próximo ao estádio.

DSC_0133 (1280x851)

Depois de conhecer a galera da Assistcard, segui ansioso e confiante para o jogo da seleção. Logo o “Maraca” estava todo verde e amarelo e foi emocionante cantar o hino junto com aquela multidão.

O jogo começou e, com apenas 15 segundos, aquela partida entrava para a história com o gol mais rápido de todas as Olimpíadas: Neymar dividiu com o goleiro e levou a melhor. Gabriel Jesus ampliou com mais dois gols ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, Marquinhos e Luan também marcaram e Neymar fechou a goleada com um gol de pênalti, no finalzinho. Deixamos o estádio comemorando a vitória e a chegada a mais uma final olímpica.

DSC_0073 (1280x851)

DSC_0083 (1280x851)

Depois do jogo, estávamos muito felizes por termos assistido a uma partida das olimpíadas, mas queríamos mais! E começamos a busca por algum ingresso (qualquer um), indispensável para entrar no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. No aplicativo só restavam os ingressos mais caros, e decidimos tentar a sorte no próprio local dos jogos.

Seguimos a nossa maratona: metrô, BRT e caminhada até o Parque. De longe, podíamos ver a megaestrutura construída para receber os jogos – e a ansiedade só aumentava. No caminho, algumas pessoas ofereciam ingressos variados. Todos muito caros. Na entrada, nos falaram sobre os ingressos de visitantes (que seriam válidos para entrar no Parque, mas não para assistir aos jogos), partimos animados para a bilheteria mas a informação estava equivocada – não existia ingresso de visitante.

DSC_0130 (1280x851)

Estávamos prestes a desistir quando encontramos uma última oportunidade: dois ingressos vencidos (para jogos daquele dia que já haviam terminado) que, segundo o vendedor, seria o suficiente para entrarmos no Parque. Confiamos e pagamos R$ 50 por cada ingresso que nos deu acesso ao complexo olímpico. Deu certo e conhecemos o tão desejado local!

DSC_0095 (1280x851)

O Parque Olímpico é gigantesco, é o coração dos Jogos Rio 2016. Possui 1,18 milhão de metros quadrados, e abriga as seguintes arenas e esportes:

Arena Carioca 1 – basquete

Arena Carioca 2 – judô, luta estilo livre e luta greco-romana

Arena Carioca 3 – taekwondo e esgrima

Arena do futuro – handebol

Arena Olímpica do Rio – ginástica artística, ginástica rítmica e ginástica de trampolim

Centro Olímpico de Tênis – tênis

Centro Aquático Maria Lenk – natação

Velódromo Olímpico do Rio – ciclismo de pista

DSC_0119 (1280x851)

DSC_0115 (1280x851)

DSC_0120 (1280x851)

DSC_0101 (1280x851)

Além de tudo isso, ainda há espaços dedicados para os fãs fazerem a festa, comer, beber e se divertir. O Rio 2016 Fest é o local onde são feitas transmissões ao vivo, shows e apresentações. A Megastore é a maior loja de produtos oficiais, com 4200 metros quadrados e mais de 3000 produtos diferentes.

DSC_0116 (1280x851)

É importante saber que em todos os locais dos jogos, só são aceitos os cartões de bandeira VISA ou dinheiro. Se, por acaso, você não possuir o cartão aceito, pode fazer um cartão de débito pré-pago VISA ali mesmo, no espaço Bradesco/VISA – e sem custo. Você escolhe o valor que quer transferir do seu cartão (de qualquer bandeira) para o cartão pré-pago e eles fazem o procedimento na hora, sem nenhuma burocracia. Ah, e se sobrar dinheiro no cartão, você poderá utilizar em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira, dentro do período de um ano e também não há taxas, nem anuidade.

DSC_0135 (1280x851)

No caminho de volta, vimos um pedacinho do Boulevard Olímpico de dentro do VLT (uma espécie de bonde moderno, também conhecido como tram), mas não deu tempo de visitar tudo em um dia.

No final das contas, tivemos um dia cheio… Cheio de alegria, realizações e pudemos sentir o espírito olímpico. Foi uma experiência fantástica e única. Para a organização, logística e transportes, só tenho elogios, pois não passamos por nenhum perrengue e olha que atravessamos a cidade inteira em transportes públicos e o volume de pessoas é algo inacreditável.

Enfim, o sonho foi realizado! Parabéns Rio, parabéns Brasil! E, principalmente, parabéns aos nossos atletas!

As próximas Olimpíadas serão em Tóquio, será que rola? 🙂

DSC_0121 (1280x851)

DSC_0071 (1280x851)


Para maiores informações sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016, acesse o site oficial ou veja as minhas dicas abaixo:

  • Quanto custa o transporte no Rio para as Olimpíadas?

Dá pra comprar tudo separado, mas minha sugestão é o Rio Card (cartão de transporte integrado) – R$ 25 para um dia / R$ 70 para três dias / R$ 160 para sete dias

  • Quanto custam os Comes & Bebes nos locais dos jogos?

Café – R$ 6

Matte Leão (300 ml), Suco de Laranja (250 ml), Água (500 ml) – R$ 8

Refrigerantes (600 ml), Powerade Zero (500 ml) – R$ 10

Cerveja Skol (473 ml) – R$ 13

Double Cheeseburger – R$ 18

Pizza de Pepperoni ou Queijo, Sanduíche de Frango – R$ 15

Cachorro Quente, Sanduíche Veggie – R$ 13

Salgados, sobremesas – R$ 10

Amendoim, Pão de Queijo – R$ 8

Batata Chips, Biscoito de Polvilho – R$ 6

  • Quanto custam os Suvenires Rio 2016?

Mascote Vinicius de pelúcia – R$ 60 pequeno / R$ 100 médio / R$ 150 grande / R$ 750 gigante

Ímã de geladeira – R$ 25

Chaveiros – R$ 30 a 35

Camisetas – R$ 90 a 100

Par de chinelos – R$ 45

LEGO dos Jogos – R$ 130

Esses são apenas alguns, entre outros milhares!!


Veja a galeria olímpica!


VAI PRO RIO DE JANEIRO?
EVITE FILAS COMPRANDO SEUS INGRESSOS E PASSEIOS AQUI!!







Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


Deixe uma resposta

Inline
Inline