balneario camboriu viajante inveterado

Cadê o Franco? (Zurique, Suíça)

  • 27/06/2016
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

DSC09413

Logo ao desembarcar do trem procurei um posto de informações para pedir um mapa.

– A gente cobra seis francos suíços – diz a atendente.

– Ok, obrigado – respondo rápido, rejeitando o mapa, enquanto ainda tento assimilar a resposta.

Já contei em outro post como foi o planejamento para esse mochilão. E, embora o mesmo tenha sido muito bem feito – modéstia à parte –, durante o calor da viagem simplesmente me esqueci que o país não faz parte da Zona do Euro. Não sei se fiquei mais assustado com a minha própria distração ou com o preço do mapa – que é distribuído gratuitamente na maioria das cidades europeias.

Passada a confusão mental, troquei alguns euros e peguei o ônibus seguindo minhas anotações para chegar ao albergue. Fiquei no Hostel Suisse que tinha um bom quarto, apesar de ficar um pouco afastado da estação e dos principais atrativos. Minha opção seria por outro local mas, novamente, deixei pra fazer a reserva em cima da hora e deu no que deu. Como cheguei muito cedo não pude fazer o check-in (que era somente às 15h), então deixei minha coisas, peguei um mapa (gratuito) e fui explorar a cidade.

O centro histórico de Zurique é bem pequeno e dá pra percorrer tudo a pé. Comecei na estação central, seguindo pela Bahnhofstrasse que é dominada pelo comércio, e os trilhos dos bondes no meio da rua lhe dão um ar especial. Em paralelo a ela corre o rio Limmat, que desemboca no lago Zurique. Suas margens sugerem uma longa e agradável caminhada, observando as construções típicas que beiram toda a sua extensão.

DSC09417

No caminho, pode-se visitar a igreja St. Peter, que é a mais antiga da cidade e, mais adiante, a igreja Fraumünster que possui vitrais de Marc Chagall.

Fraumünster

Continuando a caminhada, cruzei a Quaibrücke (última ponte antes do lago) e me juntei às centenas de pessoas (locais e turistas) que se descontraiam no calçadão Utoquai, uma área florida, arborizada e com uma vista deslumbrante do lago.

DSC09463

DSC09466

No caminho de volta, agora pela outra margem, cheguei à igreja Grossmünster e aproveitei para subir a Karlsturm – as torres gêmeas que oferecem um cenário digno de uma boa pintura, com a cidade inteira emoldurada pelos Alpes. É imperdível.

DSC09441

DSC09480

DSC09493

Em toda essa área central, a impressão que dá é que Zurique tem mais cafés que residências. Portanto, vale a pena aproveitar a ocasião e escolher um deles para observar a vida da cidade.

Depois de andar bastante pelo centro, decidi conhecer a sede da FIFA (isso foi bem antes dos escândalos envolvendo a federação). Depois de um tempão a bordo de um bonde, finalmente cheguei ao local. Tive que ficar espiando do lado de fora, pois a sede estava fechada, mesmo assim deu pra ver alguma coisa e curtir, de volta, o longo passeio de bonde até a estação central – de onde peguei o ônibus e segui para o albergue.

DSC09514

Já era noite e, enfim, fiz o check-in. Entrei no quarto e me senti com sorte, pois era um quarto para duas pessoas mas só havia eu. O bacana de ficar em albergues, além de pagar pouco, é fazer amizades, mas tem horas que também sentimos vontade de ficar só e descansar – principalmente após dividir o quarto com 20 pessoas, como foi o caso em Munique. Ajeitei minhas coisas e fui tomar banho. Quando voltei, para minha surpresa, havia mais uma pessoa no quarto. Puxei conversa e acabou sendo interessante conhecer um búlgaro, Alexi, que já havia visitado o Brasil com sua faculdade.

No outro dia, ao descer para o café da manhã, descobri que o albergue não oferecia nada para comer. Quem salvou a minha fome? O camarada búlgaro, que me ofereceu um bolo, um lanche e uma maçã – com a fome que eu estava, aceitei na hora!

Minutos depois, despedi-me no novo amigo de algumas horas e parti para a estação. O passeio em Zurique chegara ao fim, mas a viagem pela Suíça estava apenas começando e eu embarquei no trem para sua capital, Berna.


Este é o 23º post da série Mochilão na Europa I (28 países)

Leia o post anterior: Munique: uma das cidades mais interessantes da Europa (Alemanha)

Leia o post seguinte: Beleza medieval e charme suíço (Berna, Suíça)

Ou acesse o índice com todos os posts dessa série!


↓ Salve esse Pin e siga também nosso Pinterest!


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Prefere uma ajuda profissional para sua viagem? Entre em contato com a Reisen Turismo

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!


💫 FELIZ 2022!! 💫

#felizanonovo
#anonovo
#feliz2022
#2022
...

408 25

🎄 Feliz Natal, viajantes!! 🎄

#natal
#orlando
#balneariocamboriu
#papainoel
#santaklaus
#mallatmillenia
#vamonessa
...

107 7

Feliz Dia das Crianças para todos os nossos mini-viajantes!! Um parabéns especial para a nossa princesa @laviniagoss!!

Lala, continue sendo essa menina meiga, delicada, amorosa, carinhosa, bondosa, generosa, especial, carismática, que nos enche de orgulho!! Te amamos mais que tudo nesse mundo!!

#diadascrianças #balneariocamboriu #bc #santacatarina #sc #princesa
...

145 14

Olha a cara de felicidade da @laviniagoss estreando seu super recebido de Dia das Crianças enviado pela @hrainformatica 🥰

Um maravilhoso COMBO GAMER 4 em 1 com teclado + mouse + mouse pad + headset. Tudo cor de rosa e com iluminação led!!

Gostou? Corre no insta da @hrainformatica e peça o seu! Eles enviam para todo o Brasil!

👉🏻 Veja o unboxing nos stories 👈🏻

#gamer #gamergirl #gamers
#hrainformatica #vemprahra
#balneariocamboriu #mundorosa
#viajanteinveterado
...

110 8

Conta aqui pra gente viajantes: Como está o sábado de vocês??
Aqui em Balneário Camboriú o dia tá lindo!!

🌞🌞🌞

#viajanteinveterado #sol #dialindo #balneariocamboriu #bc #sc #santacatarinaemfotos #dog #petlovers #bcbeach #bcloka
...

271 3



Booking.com






Deixe uma resposta

Viajante Inveterado 2018 © Todos os Direitos Reservados

Feito com ❤ por Brothers Filmes