HEADER SITE - VIAJANTE INVETERADO
Menu

Como chegar em Railay Beach (Tailândia)

  • 13/11/2017
  • 0 comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Muita gente se confunde quando o assunto é Railay Beach. Pra começar, Railay não é uma ilha, embora até alguns passeios locais a vendam como tal. Por isso, se você está pensando em curtir uns dias por lá, leia esse post até o fim e descubra como chegar em Railay Beach por terra, céu e mar!



como chegar em railay beach

Railay não é ilha

Apesar de muita gente pensar que Railay seja uma ilha, o destino fica na parte continental da Tailândia. É verdade que ela fica um pouco escondidinha e o acesso se dá de barco mas… não é ilha!

como chegar em railay beach

Situada entre Krabi e Ao Nang, a península onde está Railay tem acesso fácil de barco por qualquer uma das duas localidades.

Como chegar em Railay Beach

De Krabi ou Ao Nang

Não cheguei a fazer esse trajeto, pois fui de Krabi para Phi Phi (leia o post) e só depois fui para Railay. Mas é super simples. Se você estiver no aeroporto ou na cidade de Krabi, basta pegar uma van até o píer. De lá você seguirá de long tail (barco típico, de madeira) até Railay. Se estiver em Ao Nang, é a mesma coisa. Vá até o píer e pegue um long tail. Você também pode comprar tudo diretamente em alguma agência.

Os hotéis também oferecem traslados de chegada e saída de Railay. O Sand Sea Resort, onde nos hospedamos, oferece traslados privativos de Krabi para até 6 pessoas:

  • Aeroporto de Krabi para o hotel (ou o contrário) por THB 1605
  • Píer de Krabi (Ao Nam Mao) para o hotel (ou o contrário) por THB 749

De Phi Phi para Railay

Durante minha viagem em família pela Tailândia, achei mais conveniente (e mais seguro) ficarmos primeiro em Phi Phi e depois seguirmos para Railay. E tomei essa decisão para facilitar a logística, pois queríamos aproveitar até o último dia de praia. Railay fica mais próxima do aeroporto de Krabi se comparada a Phi Phi. Portanto, estar lá no dia de ir embora facilitou bastante o nosso deslocamento.

Deixamos Phi Phi pelo píer de Ton Sai Bay (o principal) e seguimos de ferry até Railay. Os ferries e barcos grandes não atracam em Railay (nem East, nem West). Então, quando já estávamos perto do píer de Railay East (o único existente), um long tail aproximou-se e embarcamos nele com nossas bagagens. O transporte de long tail até o píer já estava incluído no ticket que compramos por THB 400 por pessoa. Mas nosso hotel (Sand Sea Resort) ficava em Railay West. É possível atravessar tranquilamente de um lado para o outro, mas como não sabíamos o caminho e estávamos com bagagem, preferimos negociar com o barqueiro e ele nos levou até o outro lado, onde desembarcamos na praia, em frente ao hotel. Ele queria cobrar THB 50 por pessoa, mas acabou ficando por THB 20.

Para irmos embora, contratamos o traslado diretamente com o hotel por THB 1500 (em junho/2017). O preço parece já ter subido pois no site está THB 1605, conforme indicamos anteriormente.

Aproveita pra assistir nosso episódio sobre Railay Beach!

E se esse post foi útil pra você, deixe seu comentário contando sobre a sua viagem! 🙂

 


Apoio

intermacmysimtravel


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Solicite uma ajuda profissional para sua viagem! Entre em contato com a Reisen Turismo!

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


Deixe uma resposta

Viajante Inveterado 2018 © Todos os Direitos Reservados

Feito com ❤ por Brothers Filmes