HEADER SITE - VIAJANTE INVETERADO

Safári na África do Sul – Inverdoorn Game Reserve

  • 11/11/2018
  • 0 comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Fala, viajante! Hoje vamos embarcar em mais uma aventura pelo território africano. Pra quem já leu sobre o mergulho com tubarão branco, chegou a hora de sair da água e enfrentar as feras das savanas. É hora de encarar um safári na África do Sul na reserva de Inverdoorn!

reisen turismo viajante inveterado

safari na africa do sul - inverdoorn

SAFÁRI NA ÁFRICA DO SUL – MAIS UM SONHO?

Quem tem acompanhado os relatos e vídeos da minha viagem para a África do Sul, já deve estar cansado de ler e ouvir a palavra “sonho” em todas publicações. Mas eu não posso simplesmente ignorar algo que me acompanhou durante tantos anos. Fazer um safári na África era, na verdade, a minha maior motivação de pisar naquele continente.

Durante o planejamento da viagem, decidi, porém, que visitaria apenas a Cidade do Cabo e seu entorno. Com essa decisão tomada, cogitei a possibilidade de deixar os safáris de fora, já que os Parques Nacionais de Pilanesberg e Kruger (que são referências de safári) ficam do outro lado do país.

Entretanto, o Carioca, que embarcou nessa comigo, nem de longe queria ficar sem fazer um safári. Tive que repensar a possibilidade e acabamos por incluir um safári na reserva privada de Inverdoorn.

RESERVAS PRIVADAS X PARQUES NACIONAIS

Os safáris em reservas privadas, lá chamadas de game reserves, são muito diferentes daqueles feitos nos Parques Nacionais e é fundamental você saber disso antes de fazer a sua escolha.

As reservas privadas, como o nome já diz, têm donos. Imagine uma fazenda imensa cheia de animais selvagens. É mais ou menos assim que elas funcionam. Entretanto, esses animais são caríssimos e o proprietário não iria gostar de ver seus animais comendo uns aos outros. Por isso, eles são bem alimentados por tratadores e os mais agressivos ficam separados uns dos outros. Já nos Parques Nacionais, que são grandes reservas naturais, os animais vivem à solta, livres pra caçar. Nessa análise, acho que os Parques são bem mais interessantes.

Mas temos que analisar outro aspecto. Nas reservas privadas, sabemos que a possibilidade de encontrarmos os animais são bem maiores. Em outras palavras, é quase certeza que você verá todos os animais que ali vivem. No entanto, nos Parques Nacionais, já não podemos ter tanta expectativa assim. Imagina fazer um safári e não avistar os Big 5? Talvez sejam necessárias várias investidas e contar com a sorte para avistar todos eles. Nesse ponto, as reservas levam vantagem.

No meu caso específico, já estava determinado que visitaríamos apenas a região da Cidade do Cabo. Assim, tratei de me informar qual seria a reserva privada que me daria uma boa experiência de safári. A Planeta África (que nos acompanhou em todos os passeios) indicou Inverdoorn Game Reserve e assim ficou definido.

Conversando com vários locais na Cidade do Cabo, percebi que Inverdoorn era uma reserva realmente prestigiada. E fiquei mais confiante ao ouvir frases como: “você verá muitos animais por lá” e “é longe mas vale muito a pena“.

A decisão estava tomada e a ansiedade era grande!

A MINHA EXPERIÊNCIA DE SAFÁRI EM INVERDOORN

Eram cerca de 6h15 da manhã quando a van da Planeta África nos pegou no hostel. Durante o caminho fizemos uma pausa rápida para fotos com um lindo visual das montanhas e outra pausa para o café da manhã.

safari na africa do sul - inverdoorn

Chegamos na reserva de Inverdoorn cerca de 10h. O local, que é muito bonito, agrega também um hotel de luxo, o Iziba Safari Lodge, utilizado por aqueles que compram pacotes com mais de um dia de safári.

Sem muita demora, assinamos o termo de responsabilidade e fomos divididos em grupos. Já no carro 4×4, conhecemos nosso motorista que passou todas as instruções a seguirmos durante o percurso.

Foi dado o start no safári e eu estava mega ansioso! O primeiro animal avistado foi a girafa – também, com aquele tamanho todo, seria difícil se esconder. Seguimos nossa rota até nos depararmos com um dos animais mais perigosos do planeta: o hipopótamo. Na verdade, havia dois. Um fazia seu lanchinho sossegado, enquanto o outro estava dentro do lago se refrescando.

safari na africa do sul - inverdoorn

safari na africa do sul - inverdoorn

BIG 5

A próxima área a ser visitada parece ter segurança reforçada. Grandes portões se abrem e fecham assim que passamos. Estamos na área do rei da selva. Rodamos de um lado ao outro sem encontrá-lo. O guia avisa: vamos procurar mais uma vez mas, se não o avistarmos, teremos que partir. Por um instante fiquei decepcionado. Fazer um safári em uma reserva e não ver o rei leão seria deprimente!

Eis que, de repente, o leão resolve dar as caras, caminhando tranquilamente. Não pudemos nos aproximar muito, mas o suficiente. E assim começávamos a conta dos Big 5: os cinco animais mais difíceis de serem caçados.

safari na africa do sul - inverdoorn

Depois avistamos dezenas de Oryx, lindos e exóticos animais de chifres muito compridos e pontiagudos. Não muito longe dali, encontramos o rinoceronte, nosso segundo animal dos Big 5. Em Inverdoorn, eles têm os chifres serrados para preveni-los de caçadores clandestinos que os matariam apenas para roubar os chifres e vendê-los no mercado negro. O rinoceronte se alimentava tranquilamente e pudemos passar a poucos metros dele.

safari na africa do sul - inverdoorn

Pouco depois, topamos com muitas zebras, avestruzes, gazelas e gnus. O terceiro Big 5 apareceu em dose dupla: dois elefantes africanos que caminhavam e se alimentavam muito próximos à nossa trilha. Esse foi um dos momentos mais tensos do safári. Passamos muito próximos dos gigantões e tivemos que ser muito discretos.

safari na africa do sul - inverdoorn

Em seguida, veio o momento mais incrível: o encontro com os leopardos. Os animais estavam descansando numa boa ao lado da trilha. Tivemos a oportunidade de parar ao lado deles, cara a cara. Pela preguiça que estavam, tenho certeza que haviam sido muito bem alimentados pouco tempo antes da nossa visita.

safari na africa do sul - inverdoorn

No caminho de volta, passamos novamente pelos elefantes, até nos depararmos com uma manada de búfalos africanos mal encarados! Em meio ao grupo havia um filhote, o que nos mantinha atentos a todo momento. E assim, fechávamos a nossa lista dos Big 5, os cinco mamíferos selvagens de grande porte mais difíceis de serem caçados: leão, rinoceronte, elefante africano, leopardo e búfalo africano.

safari na africa do sul - inverdoorn

O ALMOÇO

A mente já estava alimentada pelo safári que tínhamos acabado de fazer. Agora era hora de alimentar o corpo também! Chegamos à base novamente, desembarcamos e fomos à bela área da piscina, onde um buffet já nos aguardava. O almoço já está incluído no passeio e apenas as bebidas são pagar à parte.

safari na africa do sul - inverdoorn

Antes do retorno para a Cidade do Cabo ainda fomos apreciar a lojinha que existe em Inverdoorn, com lembrancinhas e artesanatos.

MINHA AVALIAÇÃO SOBRE INVERDOORN

Acho importante que você visite a África sabendo das diferenças entre as reservas e os Parques Nacionais. Por isso expliquei sobre as duas formas de safári ao longo desse post. Assim você não se decepciona com nenhum deles. Eu sabia como seria e gostei bastante da experiência. Em uma próxima visita ao país, quero visitar também os Parques Nacionais, mesmo sabendo que poderei não avistar alguns animais.

Inverdoorn não é tão longe da Cidade do Cabo. Tanto que chegamos de volta e ainda tivemos tempo de ver o pôr do sol em Camps Bay!

Dadas as explicações, a decisão é sua, viajante!

Para visitar a África com segurança e fazer os melhores passeios e safáris, entre em contato com nossa agência oficial, a Reisen Turismo.

Assista ao episódio sobre o nosso Safári na África do Sul – Inverdoorn Game Reserve:

 

É isso aí, viajante! Antes de ir para outro post, deixe seu comentário, dúvida, dica, crítica, sugestão ao final da página. Responderemos com o maior prazer!

Leia também
City Tour na Cidade do Cabo (Cape Town)
Cape Peninsula: Passeio ao Cabo da Boa Esperança
City Sightseeing Cape Town: passeio de ônibus panorâmico
Table Mountain: o maior atrativo da Cidade do Cabo

Hospede-se pagando menos na Cidade do Cabo!


↓ Salve esse Pin e siga também nosso Pinterest


Apoio

mysimtravel


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Solicite uma ajuda profissional para sua viagem! Entre em contato com a Reisen Turismo!

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


Deixe uma resposta