HEADER SITE - VIAJANTE INVETERADO

O que fazer em Porto de Galinhas

  • 18/03/2018
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Fala, viajante! Se você está planejando a sua viagem e ainda não sabe o que fazer em Porto de Galinhas, esse é o post certo pra você. Vou falar sobre os principais atrativos, passeios e alguns lugares que a maioria dos turistas passa batido.




O que fazer em Porto de Galinhas?

o que fazer em porto de galinhas

Vamos voltar um pouquinho no tempo. Era de manhã e estávamos em Maragogi à procura de algum meio para chegarmos até a Praia dos Carneiros, que fica em Tamandaré – no meio do caminho para Porto de Galinhas. As agências que saem de Maragogi para lá, fazem isso muito cedo e naquele dia quisemos dormir até mais tarde. Portanto, a primeira opção já não se aplicava a nós.

Começamos a cotar preços de táxi. Os preços não variavam muito e ficavam em torno de R$ 140. Já estávamos cansados de perguntar e começou a chover. E foi a chuva que nos trouxe sorte! Corremos de volta para o hotel e, bem em frente a ele, vejo um táxi com placa de Tamandaré. O motorista estava deixando um casal e o carro ia voltar vazio para a cidade. Negociamos e a corrida até a Praia dos Carneiros ficou por R$ 80.

Assita aos vídeos sobre Porto de Galinhas na série: Maceió a Recife

Praia dos Carneiros

Apesar de toda a história que eu contei, se você já estiver em Porto de Galinhas é bem mais fácil. Você pode ir com um carro alugado ou pode contratar um passeio com alguma agência, nós indicamos a Luck Receptivo.

Chegamos na praia com recomendações para irmos ao Bora Bora. É uma espécie de beach club gigante que comporta até três mil pessoas. É uma ótima opção para famílias pois possui restaurantes, parquinhos, chuveiros, banheiros e até berçário. Além disso, fica numa parte muito bonita da praia, de águas bem rasinhas e cristalinas, protegidas de perto pelos recifes. Mas se você gosta de algo mais tranquilo, sem muita gente por perto, é melhor procurar outra opção.

Almoçamos por lá mesmo e fizemos um passeio de charrete até a Capela de São Benedito (ou Igrejinha dos Carneiros), que custou R$ 30. Sem crianças é possível ir caminhando (e preservar os animais). A Lavínia se apaixonou pela eguinha Margarida que, inclusive, apareceu na série Verdades Secretas da Rede Globo.

No final da tarde, conforme havíamos combinado, o pessoal da Luck Receptivo apareceu para fazer nosso traslado até o Hotel Armação (leia também o post sobre o hotel) em Porto de Galinhas.

O que levar para esse passeio? Protetor solar e dinheiro/cartão
Dá pra levar criança? Sim, a praia é bem tranquila
Quanto custa o transporte? Adulto: R$ 90 / Criança de 2 a 12 anos incompletos: R$ 45 / Criança de até 2 anos incompletos: Gratuito.
Extras a pagar no local? Apenas o que consumir
Quem leva? A agência Luck Receptivo (e eles incluem passeio de catamarã)

Quer se hospedar na Praia dos Carneiros? Veja as melhores opções!

Passeio de Buggy Ponta a Ponta

No dia seguinte, após tomarmos o café da manhã no Hotel Armação, conhecemos o bugueiro Wellington que nos levou para o passeio chamado Ponta a Ponta. O rolê consiste em ir de Muro Alto a Maracaípe e guarda paisagens e experiências inesquecíveis. Quer provas disso? Vamos lá!

Deixamos o hotel e seguimos pela Praia do Cupe, onde fica a maioria dos hotéis de Porto de Galinhas.

Um pouco mais a frente, paramos no Pontal do Cupe. O local possui boas lojas e restaurante para atender o público. A praia nesse ponto é bem agradável, com uma faixa de areia generosa e mar calmo.

De volta ao buggy, continuamos por um caminho bastante arborizado. Mas a sombra durou pouco tempo. Em Porto de Galinhas é preciso estar preparado para o sol! Chegamos na Praia de Gamboa (ou Camboa), bastante frequentada pelos locais. Dali é possível observar o grande porto de Suape. E bem ao lado de Gamboa fica a famosa praia de Muro Alto.

Dando continuidade ao passeio, voltamos e atravessamos Porto de Galinhas para chegarmos em Maracaípe. Dona de uma praia extensa e de um disputado coqueiral, essa região foi uma das que mais gostei.

Rodamos por uma parte urbanizada até um ponto à beira do rio onde desembarcamos do buggy. O passeio aqui é feito de jangada até o Pontal do Maracaípe. O passeio custa R$ 25 por pessoa e a jangada segue pelo rio quase até sua foz. Em um ponto específico, os jangadeiros coletam cavalos marinhos para mostrar aos visitantes. Nós não concordamos muito com essa prática, já que existe o Projeto Hippocampus (falo sobre ele a seguir), onde muitos cavalos marinhos podem ser observados.

O passeio encerrou e nós optamos por ficar na Vila de Porto de Galinhas para almoçar no Restaurante Caldinho do Nenen. Passamo a tarde curtindo o Hotel Armação e encerramos a noite jantando no Restaurante La Creperie.

O que levar para esse passeio? Protetor solar e dinheiro/cartão
Dá pra levar criança? Sim, os veículos andam em baixa velocidade
Quanto custa? R$ 200 por 3-4h de duração e R$ 250 por 6h de duração
Extras a pagar no local? Se você optar por fazer junto o passeio de jangada para as piscinas naturais ou Pontal de Maracaípe, paga R$ 25 em cada passeio
Quem leva? Para sua segurança, faça o passeio apenas com bugueiros da Cooperativa. Nós conhecemos o serviço de dois deles e gostamos muito: Wellington (81) 7904 9520 / Edii (81) 9459 4320. Ah, não esqueça de dizer que foi indicação do Viajante Inveterado e peça pra caprichar no passeio! 😉

Saiba onde comer em P. de Galinhas

Piscinas Naturais

A coisa mais importante a saber sobre esse passeio é: o horário do seu passeio será determinado pela tábua das marés. Sabendo disso, você vai entender por que acordamos às 6h da manhã nesse dia e às 7h20 já estávamos embarcando na jangada.

Antes de embarcar, porém, é preciso comprar o bilhete que custa R$ 25 por pessoa. Compre seu bilhete diretamente no guichê em frente à praia da vila, de onde saem as jangadas oficiais da Associação de Jangadeiros de Porto de Galinhas.

Com o bilhete na mão, caminhamos até a praia e logo identificamos os membros da Associação. Todos ficam uniformizados. Eles nos indicaram a jangada e seguimos com o Seu João, nosso jangadeiro. O passeio dura de 45 minutos a uma hora.

Na maré baixa, é possível caminhar sobre uma parte dos corais para ver as piscinas e os peixinhos que ficaram lá dentro. Eles ficam presos até a maré subir e libertá-los. Nessas piscinas, onde a água está presa, a gente não pode entrar porque a química dos cremes, protetores solares, etc, prejudica a vida marinha.

Em outras piscinas, onde há corrente de água, é permitido nadar, mergulhar e até dar “comidinha” para os peixinhos. Eles são espertos e sabem que os turistas chegam cheios de ração pra eles. A água é transparente e a experiência é maravilhosa. O contraste do céu azul, com o a água transparente e o colorido das jangadas forma, pra mim, a imagem de Porto de Galinhas.

Vimos a piscina com o formato do mapa do Brasil, mergulhamos, alimentamos os peixes, nos divertimos bastante e quando o passeio terminou, a jangada nos deixou novamente no local de origem.

Recadinho importante: a área dos corais onde é permitido caminhar é muito grande, e não há motivos para ultrapassar os limites demarcados. Os corais que ficam atrás da área demarcada estão vivos e você não vai querer matá-los, né? Digo isso porque vi algumas pessoas ultrapassando a área permitida. Por isso meu apelo: vamos respeitar, a natureza agradece!

O que levar para esse passeio? Protetor solar e dinheiro/cartão. Uma camiseta com proteção UV é interessante.
Dá pra levar criança? Sim, o passeio é seguro e muito divertido
Quanto custa? R$ 25
Extras a pagar no local? Não
Quem leva? Associação de Jangadeiros de Porto de Galinhas

Procurando hotel/pousada em P. de Galinhas?
Encontre aqui as melhores ofertas!

Projeto Hippocampus

O projeto é responsável pela preservação e proteção dos cavalos marinhos. A área de visitação é constituída por vários aquários que possuem, obviamente, cavalos marinhos e também outros animais marinhos. Eu destaco também a presença de alguns peixes-palhaço, mais conhecidos como o Nemo!

Durante a visitação aprendemos muito com as informações do pessoal que trabalha no projeto. O cavalo-marinho macho é que se encarrega da gestação dos filhotinhos, isso eu já sabia, mas não sabia que eles também possuem o poder de se camuflar mudando de cor. Essa característica é chamada de mimetismo.

O projeto também possui alguns fósseis bem interessantes.

O que levar para esse passeio? Dinheiro/cartão
Dá pra levar criança? Deve, o local é muito educativo
Quanto custa? R$ 12 adulto / crianças de até 1,20m não pagam
Extras a pagar no local? Tem uma lojinha de suvenir no final =)
Quem leva? Se você estiver hospedado na vila, dá pra ir a pé. Caso contrário chame um táxi/Uber

Eco Associados

A principal atividade dessa ONG é a proteção e recuperação de tartarugas marinhas. No salão/museu não se vêem tartarugas vivas, mas sim suas carapaças, exemplares conservados em formol e instalações simulando algumas fases desses animais.

Painéis explicativos estão dispostos nas paredes, mas legal mesmo é perguntar para o pessoal que trabalha no projeto. Eles dão informações detalhadas sobre cada processo que ocorre na vida desses simpáticos bichinhos. E também explicam como podemos evitar a morte de muitas tartarugas. Uma maneira fácil de ajudar é simplesmente não deixando lixo na praia.

Visitar esses projetos é uma forma de colaborar com a vida dos animais marinhos e é bastante educativo.

O que levar para esse passeio? Dinheiro/cartão
Dá pra levar criança? Deve, o local é muito educativo
Quanto custa? R$ 6 adulto / R$ 3 crianças de 6 a 12 anos e estudante / crianças abaixo de 5 anos não pagam
Extras a pagar no local? Os ingressos são comprados em uma lojinha repleta de suvenires, então já viu…
Quem leva? Se você estiver hospedado na vila, dá pra ir a pé. Caso contrário chame um táxi/Uber

Vila de Porto de Galinhas

Desse atrativo você não vai escapar! São centenas de lojas repletas de suvenires, decoração, roupas, penduricalhos e tudo mais que você imaginar. Geralmente é tudo bem colorido e alegre.

Quanto às lojas, vou dar duas dicas… Se você é igual a 99,9% dos visitante e quer comprar uma galinha, vá até o Ali & Alê Ateliê, foi lá que encontrei as galinhas mais bacanas!

Se você estiver à procura de roupas e objetos de decoração, não há nada como a loja Gatos de Rua. Vale muito a pena visitar, nem que seja só pra olhar!

Não dá pra não falar dos muitos restaurantes da vila. Existem restaurantes pra todos os gostos: churrasco, oriental, comida nordestina, lanches, etc. Nós tivemos o prazer de visitar alguns dos melhores e deixamos todas as nossas impressões nesse outro post aqui: Onde Comer em Porto de Galinhas.

O que levar para esse passeio? Dinheiro/cartão
Dá pra levar criança? Definitivamente, sim!
Quanto custa? Nada.
Extras a pagar no local? Depende do seu nível de consumismo =)
Quem leva? Pra quem estiver hospedado na vila, é só caminhar. Caso contrário, um táxi/Uber te deixará no Posto Ipiranga, daí é só caminhar pela vila.

Conheça os melhores restaurantes de P. de Galinhas


Em Porto de Galinhas tivemos o apoio do Convention Bureau e Associação de Hotéis nas atividades realizadas


É isso aí, viajante! Antes de ir para outra página, deixe seu comentário, dúvida, dica, crítica, sugestão ao final do post. Responderemos com o maior prazer!


↓ Salve esse Pin e siga também nosso Pinterest

PINTEREST O QUE FAZER EM PORTO DE GALINHAS


Para a sua viagem

Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Solicite uma ajuda profissional para sua viagem! Entre em contato com a Reisen Turismo!

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


5 respostas para “O que fazer em Porto de Galinhas”

  1. […] Leia também O que fazer em Porto de Galinhas […]

  2. […] nossa visita a Porto de Galinhas, ficamos hospedados no Hotel Armação, um hotel realmente preparado para receber famílias com […]

  3. Veruska disse:

    Nossa pegou dias lindos que data foi essa viagem?

Deixe uma resposta